A pielonefrite é uma doença inflamatória infecciosa grave, causada na sua imensa maioria por bactérias. Diferente das infecções urinárias baixas, que comprometem principalmente a bexiga, a pielonefrite correspondente a infecção dos rins. Por isso, tem uma maior gravidade e sintomas mais pronunciados.

Essa infecção dos rins pode ocorrer de forma aguda, sendo causada por bactérias que habitam o trato digestivo, contaminando a região genital, ascendendo até o trato urinário chegando até os rins. Ela ainda pode ter sua origem pelo sangue (via hematogenica) ou mesmo se disseminar dos rins para o sangue, levando a uma infecção generalizada (sepse).

Atenção para os fatores de risco: anatomia feminina (as mulheres estão sujeitas a desenvolver infecções do trato urinário com maior frequência), obstrução no trato urinário (pedras nos rins, gravidez, malformações anatômicas, uso prolongado de cateteres urinários, aumento benigno da prostata), sistema imunológico debilitado, refluxo vesicuretral (retorno de pequenas quantidades de urina da bexiga urinária para os ureteres e para os rins durante a micção), diabetes, bexiga neurogênica, rins policísticos e cistites.

Por fim, fique atento aos sintomas da pielonefrite, que são semelhantes nas formas aguda e crônica (estágio mais sério, com os rins perdendo sua capacidade de funcionamento). São eles: febre, calafrios, sudorese, náuseas, vômitos, mal-estar, dor lombar e pélvica, no abdômen e nas costas; urgência e dor para urinar, sinal de pus e de sangue na urina, que fica turva e com odor desagradável. Seu tratamento é feito a base de antibióticos, que devem ser ministrados tão logo apareça a hipótese de infecção urinária. Portanto, procure seu médico e mantenha sua saúde renal em dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *